PROBLEMAS NO RELACIONAMENTO

Não é fácil falar de amor, mas se fala nele o tempo todo! E como são difíceis os relacionamentos amorosos!​ Ele está em toda parte, na música, nos filmes, nos livros, novelas, propagandas, conversas de bar e pensamentos soltos...por que se fala tanto em amor? Talvez porque é algo muito desejado e ao mesmo tempo muito complicado!

 

Fonte de alegria e sofrimento. Às vezes, isso nos assusta. Como evitar o sofrimento sem abrir mão da alegria que um amor pode proporcionar? ​É claro, que não se trata de encontrar “uma fórmula” de fazer um relacionamento dar certo ou da felicidade plena sem nenhum tipo de sofrimento. Mas de abrir possibilidades de reflexão e compreensão das dificuldades vividas nesse relacionamento e de como é possível gerenciá-las.

O relacionamento em análise...

 

Na sessão de análise individual - e não conjugal - ofereço o acolhimento da dor e sofrimento advindos dos conflitos desse relacionamento sem que o paciente se sinta julgado. As principais queixas envolvem:

  • Expectativas em relação ao outro;

  • Expectativas em relação ao próprio relacionamento;

  • Sentimento de não ser compreendido pelo parceiro(a) ou de não compreender o parceiro(a);

  • Ciúmes exagerados;

  • Medo de ficar sozinho(a);

  • Desejo ou a falta de desejo de ter filhos;

  • Problemas na vida sexual do casal (falta de apetite sexual, ejaculação precoce, impotência sexual, monotonia no sexo);

  • Traição de um dos cônjuges;

  • Problemas financeiros que afetem o relacionamento;

  • Problemas com a família do parceiro(a);

  • Filhos de outro relacionamento, entre outros.

Essas são algumas das questões trabalhadas em análise, assim como outras questões que o próprio paciente pode trazer. Ao longo do processo de análise, o paciente vai entrando em contato com sua própria história, seu modo de lidar com as dificuldades, com as pessoas, a maneira que faz escolhas, enfim, o modo como tem vivido suas experiências. Também buscamos uma melhor compreensão do (a) parceiro(a) e da dinâmica do casal. Essas reflexões ajudam a pessoa a perceber como ela vem conduzindo sua vida, seu relacionamento amoroso possibilitando que o paciente possa construir uma vida mais saudável e satisfatória.